O MEDO DE SER

Esta semana estava pensando muito sobre o medo que muitos de nós temos de ser nós mesmos e de ficar pensando o que os outros vão achar de nós, do que fazemos, de nossas atitudes e de tudo o que somos.

Eu sou um cara muito simples. Gosto de andar de sandália (chinelo), gosto das camisetas de algodão por serem mais confortáveis, mas quando não dá pra passar fica um pouco amassada e saio assim mesmo. Minha mãe sempre reclamava comigo. "Menino vai tirar essa camisa que vão achar que você é filho de doido" KKKK Eu ria e dizia: "Quando a gente sair eu vou segurar sua mão e dizer pra todo mundo que sou seu filho" KKKK
Quando uma calça mancha de café ou qualquer outra coisa e não tem jeito de tirar quem disse que eu jogo fora??? quem disse que eu dou pra alguém? KKKK eu visto assim mesmo.
Hoje eu não me importo muito se as pessoas vão achar que sou "malamanhado" como diz o povo. Não me importo em mostrar status com grifes e marcas famosas. Gosto de me sentir bem e confortável.

Outra coisa também são nosso atos. Atos únicos como uma impressão digital. Tem gente que tem vergonha de sorrir alto em meio às pessoas. Ou perguntar algo que não sabe para alguém, por medo de ser visto como ignorante ou "burro". De levar uma topada sem nem mesmo machucar o dedão, mas por vergonha das pessoas rirem da situação.

Eu lembro que quando dava o intervalo na escola, a maioria dos meus colegas iam ao refeitório comprar o lanche e eu com vergonha por não comprar também, deixava de comer o meu lanche de casa ou ia para o banheiro comer escondido.

AFFF que mico heim? Hoje eu fico pensando quantas coisas eu deixei de fazer por medo do que as pessoas iriam pensar de mim.

Uma frase que aprendi e que nunca esquecerei:

"O que os outros pensam sobre você não é problema seu"

Saibamos viver como pessoas livres e não como prisioneiros dos pensamentos alheios. A felicidade não se consegue com o medo, mas com a coragem de ser o que és. HUMANO!